top of page

Venha conhecer a região do Alto Douro Vinhateiro através da história e do património das suas aldeias!

Douro Histórico

Preço

Duração

Datas:

€ 715

4 dias

29 Ago - 1 Set 24

Douro Histórico

Itinerário: Peso da Régua | Pinhão | Vila Real | S. Martinho da Anta | Sabrosa | Provesende | Favaios | Tabuaço | Salzedas | Ucanha | Tarouca | Lamego


As aldeias vinhateiras do Douro são o testemunho vivo da história desta região. Ao percorrermos as suas ruas, podemos observar vestígios da sua estrutura social, organizada em torno da sua actividade económica principal – a produção de vinho. Uma fusão impressionante de património religioso e secular convive harmoniosamente com as espectaculares paisagens do Douro Vinhateiro. Um roteiro que o vai impressionar pela beleza paisagística e pela descoberta cultural da região. Não perca!

PROGRAMA:

Dia 1: Peso da Régua | Pinhão | Vila Real

Percurso desde os locais de origem até à região do Alto Douro Vinhateiro, classificada como Património Mundial da Humanidade em 2001. Criada em 1756 pelo Marquês de Pombal, a região demarcada do Douro constitui a mais antiga região vitícola regulamentada do mundo. Almoço em Peso da Régua. Seguimos para Pinhão, pela EN222, considerada umas das mais belas estradas do país. Magnífico cruzeiro de 1h entre Pinhão e Romaneira, um dos mais belos troços do Douro Vinhateiro. Continuação para Vila Real. Visita livre do centro histórico de Vila Real. Jantar em restaurante local. Alojamento em hotel de 4* em Vila Real.

Dia 2: S. Martinho da Anta | Sabrosa | Favaios | Provesende

Percurso desde Vila Real até S. Martinho da Anta, terra natal de Miguel Torga. Na sua poesia e prosa poética o escritor descreve a beleza arrebatadora desta região de Portugal, o "Reino Maravilhoso". Visita da Casa-Museu Miguel Torga, para conhecer mais da vida e obra do poeta e escritor. Seguidamente, visita do espaço Miguel Torga, situado em Sabrosa. Almoço em restaurante em Favaios. Situada no planalto do sopé da Serra do Vilarelho, a 3 km de Alijó, a sua origem remonta à época romana. Descoberta pedestre da aldeia, onde conheceremos fontes, capelas, igreja matriz, solares e vários marcos graníticos que delimitavam a antiga Região Demarcada do Douro. No nosso percurso incluimos as padarias artesanais, onde se pode deliciar com o afamado pão cozido em forno de lenha. Visita à Adega Cooperativa de Favaios, para assistir ao processo de vinificação e degustar o famoso moscatel. Continuação para Provesende. As suas origens remontam à época luso-romana, atingindo o seu opogeu durante o séc. XVIII, com o desenvolvimento económico em torno da produção vinícola. Percurso pedestre para descoberta da aldeia e do seu património. Alojamento em hotel de 4* em Tabuaço.

Dia 3: Salzedas | Caves da Murganheira | Ucanha | Tarouca

Partida para Salzedas, localizada junto ao rio Torno. A povoação é conhecida pela sua ligação à Abadia Velha, fundada pelos monges cisterciences. Salzedas desenvolveu-se em torno do Mosteiro, construído no século XII com o apoio da corte do Rei D. Afonso Henriques. Visita do pequeno bairro judeu, com as suas ruas estreitas e tortuosas e edifícios vernaculares próximos ao antigo mosteiro cisterciense. Almoço em restaurante local. Em seguida, visita das Caves da Murganheira com prova de vinhos de espumante, especialidade local. Continuação para Ucanha. Durante a ocupação romana, as terras férteis do vale do Varosa começaram a ser exploradas, e as ruínas da via romana que conduzia a Lamego podem ainda ser vistas na região. Na época medieval, os monges cistercienses instalaram-se e construíram uma torre e ponte sobre o rio, para cobrar portagens do couto de Santa Maria de Salzedas. Hoje em dia podemos admirar algumas das estruturas medievais de origem cisterciense, como a Abadia Velha, a Ponte Fortificada, assim como as igreja matriz e o pelourinho do século XVII. Ao final da tarde, visita da Igreja de S. João de Tarouca. Jantar em restaurante local. Alojamento em hotel 4* em Tabuaço.

Dia 4: Lamego

De manhã, visita de Lamego, cidade muito antiga, teve ocupação romana, e foi conquistada em 1089 aos Mouros por Fernando Magno de Leão. É uma cidade histórica, possuindo uma grande quantidade de monumentos, igrejas e casas brasonadas, sendo também uma diocese portuguesa. Visita do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios. Seguidamente, visita da zona medieval de Lamego, Castelo e Sé Catedral. Almoço em restaurante local. Regresso aos locais de origem. Fim da viagem.

bottom of page